O que o rebranding do Burger King tem a nos ensinar?

Quando você acha que o negócio já chegou nos altos níveis de tudo (financeiro, prestígio, desenvolvimento, clientes e etc) ele vem e taca um rebranding no nosso colo!



Isso mesmo, o Burger King, mega empresa de nível global está provando por A+B que branding importa - e muito! Depois de quase 20 anos sem apresentar mudanças na estética e de identidade, a rede de fast food mais queridinha da atualidade jogou em nosso peito no último dia 7 um projeto de mudança visual que levou mais de dois anos para ficar de acordo com o que a marca acredita, da forma com que se posiciona.


A reformulação da identidade visual não fica no superficial não viu? Além de envolver logo, fonte e cores, ela vai gerar impacto direto na comunicação, na rotina dos colaboradores e consequentemente na forma com que a consumimos enquanto marca. De acordo com o Burger King, o rebranding é essencial para que a marca acompanhe a evolução da empresa e do próprio mercado nos últimos anos, sobretudo em aspectos como melhorias nos padrões de sabor e qualidade dos alimentos, além da remoção de ingredientes de origem artificial. Isso tudo conta muitos pontos estratégicos para a marca que se planeja para fluir de maneira mais assertiva e direcionada em sua performance online. Do ponto de vista prática, o logo continua com duas fatias de pão envolvendo a grafia “Burger King”, mas apresenta um desenho mais simplista e menos artificial na comparação com a marca atual, nas palavras do próprio head global.




Tá, mas qual lição o BK nos ensina? - Que nada do que está pronto é suficientemente bom para o futuro

- Que a marca tem mais valor quando ela entende seu papel no meio em que atua

- Que marcas que enxergam e entendem as mudanças permanecem com alto nivel de relevância

- Que você nunca é bom o suficiente ou grande o suficiente

- Que a renovação é mais do que necessária, inependente se o seu negócio está fluindo mais do que bem ou se está ruim das pernas

- Que o segredo do sucesso do futuro sempre é pensado no agora

- Que nunca é tarde demais para transformar aquilo que não te serve mais


Pescou?

Pois é, se até o BK (rico, gostoso, bonito e bem sucedido) tá preocupado em mudar, quem somos nós na fila do sorvete para mantermos um pensamento antiquado e recusar investir em branding e comunicação, né?


Deixo com vocês um vídeo da campanha de rebranding 2021 deles, apreciem sem moderação e se entendeu pelo menos uma das lições do giga fast food manda um oi pra gente!






10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo